Canal Professores

Carta aos professores

“"O nascimento do pensamento é igual ao nascimento de uma criança: tudo começa com um ato de amor. Uma semente há de ser depositada no ventre vazio. E a semente do pensamento é o sonho. Por isso os educadores, antes de serem especialistas em ferramentas do saber, deveriam ser especialistas em amor: intérpretes de sonhos."

(Rubem Alves)

Aos nossos professores com carinho:

Ser professor é arte delicada. Arte de tecer vidas, lapidar emoções, fazer crescer asas sem, no entanto, esquecer de ensinar a necessidade de se pousar quando preciso. É desejar dar às suas obras primas vida e autonomia; é se emocionar e chorar de alegria ao vê-las voarem... É a arte de saber ouvir com os ouvidos da alma e do coração, aprendendo e ensinando na mesma proporção; mediando o saber, estimulando vontades, desejos, curiosidades. Ser professor é acolher as diferenças singulares, integrando-as umas as outras, formando um lindo arco-íris de superações, com muito mais do que sete cores.

Ser professor é mais: é diluir o escuro, fazer brilhar mentes, desbravar novos caminhos, mostrar novos horizontes. O resultado disso? O imperecível, eterno, imortal conhecimento. Esse artista tem a capacidade de timbrar, afetar para sempre o seu educando. Ser professor é ser responsável, cuidadoso, consciente da sua responsabilidade e potencialidade. É fazer marcas da alegria, do entusiasmo, do conhecimento.

Ser professor é saber fazer crescer, e crescer junto a cada dia. É saber deixar boas lembranças... É ir além, e ao mesmo tempo reconhecer limites, identificar barreiras, superar obstáculos, fazendo o elo entre o seio da família e um lugar mágico chamado escola.

Em uma escola com professores assim, é fácil aprender, é fácil ser feliz...

Por isso, a todos os nossos artistas, tecedores de vidas, queridos professores, o nosso muito obrigado. Orgulhamo-nos de tê-los conosco!

Um abraço afetuoso,
Nathalie e Equipe Gregor Mendel